Declaração do Governo Revolucionário

O Governo Revolucionário da República de Cuba expressa a sua mais enérgica condenação pelo novo ataque perpetrado pelos Estados Unidos da América e alguns dos seus aliados, na noite deste 13 de Abril contra instalações militares e civis na República Árabe Síria, utilizando como pretexto o suposto emprego pelo Governo sírio de armas químicas contra civis.

Esta acção unilateral, à margem do Conselho de Segurança das Nações Unidas, constitui uma flagrante violação dos princípios do Direito Internacional e da Carta dessa organização e constitui um atropelo contra um Estado soberano, que agudiza o conflito no país e na região.

Os Estados Unidos da América têm atacado Síria sem que se tenha demonstrado o uso de armas químicas por parte do governo desse país e apesar de que a Secretaria Técnica da Organização para a Proibição das Armas Químicas (OPAQ), tem informado que desdobrará em breve uma equipa da Missão de Investigação de Factos para inspeccionar logo a localidade de Duma, como tinham solicitado Síria e Rússia.

Cuba, signatária original e Estado parte da Convenção sobre Armas Químicas, rejeita firmemente o emprego dessas armas e de outras de extermínio em massa, por qualquer actor e em qualquer circunstância.

O Governo Revolucionário expressa a sua solidariedade para com o povo e governo sírios pelas perdas de vidas e prejuízos materiais, como consequência deste ataque atroz.

                                          
Havana, 13 de Abril de 2018

(Cubaminrex)

Etiquetas: